Lilypie Kids Birthday tickers Lilypie Kids birthday Ticker

»Não percam as novidades....

Amigas...não deixem de visitar o blog de vendas: BREVEMENTE novas promoções!! http://vendasespeciais.blogspot.com/
Sexta-feira, 14 de Setembro de 2007

Ser Mãe...

"Certo dia, uma mulher chamada Ana foi renovar a sua carta de condução. Quando lhe perguntaram qual era a sua profissão, ela hesitou... Não sabia bem como se classificar.

O funcionário insistiu:

- O que eu pergunto é se tem uma ocupação, um trabalho?

- Claro que tenho um trabalho, exclamou Ana, sou Mãe.

- Nós não consideramos isso um trabalho. Vou pôr “dona de casa”, respondeu o funcionário friamente.

Uma amiga da Ana, a Marta, soube do que se passara e, durante algum tempo, meditou no assunto. Num determinado dia, encontrou-se em situação idêntica. A pessoa que a atendeu era uma funcionária de carreira, segura, eficiente.

A primeira pergunta foi:

- Qual é a sua ocupação?
Marta pensou um pouco e, sem saber bem como, respondeu:
- Sou doutora em desenvolvimento infantil e relações humanas.
A funcionária fez um ar de estupefacção e Marta repetiu, palavra por palavra, a sua afirmação.
Depois de ter anotado tudo, a funcionária ousou perguntar:
- Posso saber o que a senhora faz exactamente?
Sem qualquer hesitação, em tom firme, com muita calma, a Marta explicou:
- Desenvolvo um programa a longo prazo, dentro e fora de casa...
E, pensando na sua família, ela continuou:
- Sou responsável por uma equipa e já recebi quatro projectos. Trabalho em regime de dedicação exclusiva. O grau de exigência é de 14 horas por dia, por vezes, mesmo de 24 horas.
À medida que ia descrevendo as suas responsabilidades, Marta notou um crescente respeito na voz da funcionária, que preencheu todo o questionário com os dados fornecidos.
Quando chegou a casa, Marta foi recebida pela sua equipa: três meninas de 13, 7 e 3 anos. Subindo ao andar de cima da casa, ouviu o seu mais jovem projecto, um bebé de 6 meses, a ensaiar um conjunto de novas sonoridades.
Feliz, Marta tomou o seu bebé nos braços e pensou na glória da maternidade, nas suas múltiplas responsabilidades e nas horas intermináveis de dedicação...
- Mãe, onde estão os meus sapatos?
- Mãe, ajuda-me a fazer os deveres...
- Mãe, o bebé não pára de chorar...
- Mãe, vais buscar-me à escola?
- Mãe, vais comigo à aula de ballet?
- Mãe, compra-me...
- Mãe...
Sentada na cama, Marta pensou:
- Se eu, sendo mãe, sou Doutora em desenvolvimento infantil e em relações humanas, o que serão as avós? E logo descobriu um título para elas: Doutoras-seniores em desenvolvimento infantil e em relações humanas. E as bisavós? Doutoras executivas-seniores. E as tias? Doutoras assistentes. E todas as mães, esposas, amigas e companheiras? Doutoras na arte de tornar a vida melhor.
E a história, de autor desconhecido, termina com um apelo: “Num mundo em que se dá tanta importância aos títulos, em que se exige sempre especialização nas mais diversas áreas profissionais, torna-te um(a) especialista na arte de amar”.
É assim a grandeza tantas vezes mal apreciada de ser Mãe. Para isso, não precisará de títulos académicos; mas, de certeza, que vai precisar cada vez mais dos conhecimentos das ciências humanas e da ciência do coração, da sabedoria e da generosidade, para se tornar uma especialista na arte de amar.
Construir um lar só dá para mulheres (e homens) que tenham descoberto a beleza do amor e a ponham acima de outros interesses na vida. Ser Mãe não implica que, a mulher deixe de ter acesso à cultura, ao saber, ao trabalho, à independência económica; mas, por favor, que tudo isso não relegue para um plano secundário a beleza do amor e a fonte de vida que traz em si.
 
Adorei este texto.Ser Mãe....que resolvi "roubar" do blog: http://ban-tee1.blogs.sapo.pt/.
Espero que esta menina não se importe.
E espero que vocês gostem...
Beijinhos e já é hora de eu ir para a cama....
publicado por Coisinhas Especiais às 04:34

link do post | Comentar | favorito
6 comentários:
De o fedelho a 14 de Setembro de 2007 às 09:21
O texto é lindo! E veio muito oportuno para mim, porque hoje o meu fedelho faz 4 aninhos!

Bjs

Sónia
De Denise a 15 de Setembro de 2007 às 02:19
Oi miga!

lindo texto, tbm eu to vou "rapinar" lol...

Veio a calhar... Tive um dia de cão e este texto fez-me sorrir...

Beijito!
De ban-tee a 19 de Setembro de 2007 às 16:13
Não me importei nada de me teres "roubado" o texto. O importante é q todas possamos lê-lo. Bjs
De dani a 22 de Novembro de 2007 às 06:16
Olá! Otexto é maravilhoso,vou copiar para o meu blogue,espero que não se importe..
Obrigado..
De leliju a 16 de Dezembro de 2007 às 21:44
Achei o texto lindo e verdadeiro! Sem mãe a nossa vida seria um inferno. Se contarem as vezes que chamam pela vossa mãe irão ver que são muitas. Eu pude sempre contar com a minha (e ainda posso, graças a Deus!)

Leonor
9 anos
De thathys a 17 de Dezembro de 2007 às 14:48
Lindo! Até me emocionei! Boas festas!

Comentar post

»Quem sou eu?!?

»Quantos já passaram por aqui....

web page counters
Expedia Coupon Codes

»Artesanices Recentes

» Ausencia

» Pintura em tecido (Artigo...

» Caixa de chá e sabonetes

» Algumas coisitas

» Passado alguns meses....e...

» Fotos da feira

» Festas de Pinhal Novo

» Depois de uma ausencia......

» Bom dia alegria

» Olá meninas

» Mais uns trabalhinhos

» Pintura em tecido (Artigo...

» A minha 1ª malinha de tra...

» Brinde para casamento

» Molduras e placa de porta

» O bibe da filhota

» O novo membro cá de casa

» A caixa de costura da San...

» Parabens AMOR da mãe!

» Porta documentos

»Baú das Recordações...

» Abril 2010

» Janeiro 2010

» Dezembro 2009

» Outubro 2009

» Julho 2009

» Junho 2009

» Maio 2009

» Março 2009

» Fevereiro 2009

» Dezembro 2008

» Novembro 2008

» Setembro 2008

» Agosto 2008

» Julho 2008

» Junho 2008

» Maio 2008

» Abril 2008

» Março 2008

» Fevereiro 2008

» Janeiro 2008

» Dezembro 2007

» Novembro 2007

» Outubro 2007

» Setembro 2007

» Agosto 2007

» Julho 2007

» Junho 2007

» Maio 2007

» Abril 2007

» Março 2007

»Cantinhos Especiais